Pesquisa personalizada
Quarta-feira, 5 de Março de 2008

PARIS

Já faltam poucos dias para regressarmos a paris...
Paris é a nossa cidade favorita! Desde que a descobrimos, estamos sempre com vontade de regressar. Há qualquer coisa no ar ali, o romantismo da cidade, cheira-se, vê-se e sente-se em cada recanto. Desde os Campos Eliseos , à Torre Eiffel, o Trocadero , o Bairro Latino, Montmartre , tudo parece ser inigualavelmente belo.
Cidade da luz, do amor, da moda e da arte.
A primeira vez que fomos a Paris, pensei para comigo: "Um dia quero viver aqui!" Cheguei inclusivamente a desafiar o meu rapaz " a fechar as portas de casa e irmos viver para Paris. Infelizmente as coisas não são assim tão fáceis e recomeçar de novo, num sitio tão diferente, pode não ser tão aliciante quanto parece à primeira vista.
Foi em Paris que fiz as minhas primeiras "incursões" pela cena gay mais hard " e mais "obscura". A primeira vez que visitamos a cidade, fizemos um roteiro de viagem (como sempre fazemos). Como em todas os locais que vamos, procuramos conhecer a cena gay local. Paris não foi excepção. Excepção foi o facto de daquela vez ter sido eu a fazer o "roteiro Gay" da cidade.
Há muito tempo que tinha curiosidade em conhecer a franja mais alternativa da cena gay. O leather , o BSM , o fetish , entre outras. Lisboa é uma nulidade nestas áreas, outras cidades que tínhamos visitado até então também. Mas Paris não. Não poderia perder aquela oportunidade. Após várias pesquisas, lá descobri o nome de meia dúzia de locais de "especialidade" e fiz um itinerário . Obviamente não revelei as características  de tais sítios ao meu "moço", pois sabia à partida que ele não quereria ir, visto não ter curiosidade, nem se sentir atraído por este tipo de práticas. Foi sem saber ao que ia, portanto...
Entramos no primeiro, o Keller's  e num segundo o Full Metal. a mesma atmosfera, o mesmo ambiente. O escuro predomina, corpos nus ou semi nus, com acessórios leather , rubber , skin e militar... a música era trance e house do mais progressivo que ouvi até hoje.  O meu "moço" sentiu-se incomodado e pouco à vontade desde o primeiro minuto. Eu confesso que mesmo sabendo o que me esperava, senti-me assustado. Mas a curiosidade era estonteante. Já que ali estava queria ver tudo... e vi!!! Os dois locais não passam de "meeting places ", onde todas as fantasias sexuais homossexuais são permitidas e praticadas às claras e sem preconceito. Desde fist , piss , humilhação, CBT ...
Enfim, uma experiencia interessante que mais tarde voltaríamos a repetir em Madrid e em Amsterdam .
O meu "lado B " puxa-me muitas vezes para isto. Não sei se por curiosidade, se por desejo, se por perversão, se por tédio...
Mas a cena gay parisiense não são só clubes fetish . O Marais , considerado o "bairro gay" da cidade, dispõe de muitos lugares bonitos, vanguardistas, atraentes e cheios de glamour, como o resto da cidade.
Desta vez, acompanhados por um casal amigo, queremos visitar Versailles , Saint Sulpice , Conciergerie e o Canal de St . Martin . Depois contarei como foi...
sinto-me: Ansioso

publicado por B às 17:04
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De tom a 5 de Março de 2008 às 20:05
Descobri o teu blog por acaso e identifiquei-me com cada um dos teus posts... vou passar por cá mais vezes!


De Graphic_Diary a 12 de Março de 2008 às 12:25
Ai Paris, Paris!
Este post podia ter sido escrito por mim. Estive lá cinco dias, há uns 4 anos atrás.
Nesses cinco dias experienciei tudo, desde a Gioconda no Louvre até à cena mais hardcore que já vi na noite gay. Ouvir acordeão à noite, sobre a Pont Neuf, comprar um casaco de uma farda russa em 2.ª mão, beber um chocolate quente em frente ao Sena e podia não parar mais só para falar do que ainda guardo na memória.
Obrigado por me teres feito lembrar da viagem mais bela da minha vida. E sim, também gostava de lá morar, é uma cidade feira à minha medida. Mas é como dizes, mudar assim, não é fácil!
Gostei do blog, vou voltar.
Um abraço


De Sartre a 20 de Março de 2008 às 01:35
E foi preciso respeitar o 'dress code'? E deixaram-te só ver, não tiveste de participar? Fico com a ideia de que nestes sítios as pessoas ficariam incomodadas com 'voyers', tal como com os 'mirones' nas praias de nudismo.


De Anónimo a 5 de Abril de 2009 às 15:57
VENHA AO BRASIL... AQUI É O PARAÍSO TROPICAL!!!
Tenho certeza de que vai se encantar com as belezas e o ar sexy da cidade do Rio de Janeiro.


Comentar post



.CONTACTO

omeuladob@sapo.pt

.THE B SIDE


MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com

.tags

. todas as tags

.links


referer referrer referers referrers http_referer

.posts recentes

. JUSTIFY IT...

. DESCONFORTO

. O PROMETIDO É DEVIDO SR. ...

. EM TERRA DE CEGOS...

. SOBRE OS TRAIDORES DA PÁT...

. A VIDA É ISTO MESMO

. CANSADO

. FCKH8

. AS FÉRIAS CHEGARAM AO FIM

. ATÉ AO MEU REGRESSO...

.arquivos

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Novembro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.A BICHA DO DEMÓNIO...











blogs SAPO

.subscrever feeds