Pesquisa personalizada

Domingo, 17 de Outubro de 2010

AS FÉRIAS CHEGARAM AO FIM

Como diz o velho ditado popular: o que é bom acaba depressa.

 

As férias chegaram hoje ao fim. Três semaninhas que passaram num abrir e fechar de olhos. Intensas, divertidas, relaxantes e na sua recta final trabalhosas...

Começaram com a tão esperada viagem ao Brasil. Uma viagem fantástica que incluiu uma passagem pelas cascatas de Iguaçu, alguns dias na Amazónia e finalmente outros tantos dias na cidade maravilhosa - o Rio de Janeiro. O passeio foi repleto de peripécias e aventuras que relatarei mais tarde.

Uma vez chegados a Portugal, foi tempo de prestar atenção a um projecto pessoal, há muito iniciado, mas que só agora começou a desenvolver-se. Como tanto a mim como ao meu rapaz, nos espera uma temporada cheia de trabalho, optamos por prestar atenção e avançar com o dito projecto na fase final das férias, de forma a não acumular tarefas e a fazeres para a altura em que o trabalho vai apertar à séria...

Nesta última semana aproveitamos também para dar início aos preparativos do nosso casamento. O evento promete...

E pronto, assim foram as férias "grandes" de 2010, não as ideais, mas as possiveis, dentro do contexto actual das nossas vidas.


publicado por B às 19:02
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 29 de Setembro de 2010

ATÉ AO MEU REGRESSO...

VAMOS DE FÉRIAS, ESTAMOS DE PARTIDA, ATÉ UM DIA DESTES!


publicado por B às 23:53
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 24 de Setembro de 2010

ESTÁ QUASE...

Faltam exactamente 6 dias para partirmos de viagem!!! Hoje é o meu último dia de trabalho e apartir de amanhã estou oficialmente de fériaaaaaaasssssss!!!!!! Partimos para a santa terrinha amanhã, para ver a família e tal. Domingo estamos de volta à capital pois o meu rapaz ainda trabalha na 2ª feira. 5ª feira.... aí vamos nós de viagem! e sabem para onde? Sabem? Pois é, tentem lá adivinhar...

 


publicado por B às 17:36
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Segunda-feira, 20 de Setembro de 2010

QUASE DE FÉRIAS

 

Finalmente, eu e o meu rapaz entramos na contagem decrescente para as férias!

Faz um ano que não as temos, que não viajamos, que não abrandamos o ritmo. Este ano tem sido dos mais intensos das nossas vidas, com múltiplos projectos, pessoais e profissionais, individuais e conjuntos, a decorrer em simultâneo. Cansativo, desgastante, trabalhoso, mas recompensador. O sal da vida, como se costuma dizer. Felizmente a nossa relação está o suficientemente sólida e madura para aguentar o embate. O cansaço, a falta de paciência, a desatenção relativamente ao outro, que está ao nosso lado e que precisa de nós a 100% em alguns momentos, poderiam ter-nos levado ao limite e deixar marcas menos boas. Mas não, apesar de tudo continuamos unidos e fortes para continuarmos a enfrentar o futuro a dois, como sempre o fizemos. O facto de mantermos sempre metas e objectivos comuns continua a ser uma estratégia infalível.

Agora está quase na hora de gozar a recompensa do nosso esforço e dedicação. Faltam-me 5 diazinhos de trabalho para entrar no modo "férias". Não que com isso o ritmo vá abrandar. Preparamos uma bela de uma viagem que de descanso terá apenas a recta final. Os primeiros dias vão ser mesmo alucinantes, a 1000/h, mas acho que vai ser muito bom. Nunca fomos clientes de resorts, piscina, cocktails e papo para o ar... Preferimos uma bela de uma aventura, a descoberta de novos locais, cidades desconhecidas e de preferência com muita "movida". Desta vez,

 apesar do conceito se manter, será um pouco diferente. outras paragens, outra envolvência. Vamos embrenharmos numa selva tropical, descobrir outras culturas...

Claro que não poderiamos terminar as férias sem passar por uma grande metrópole, pelo

 ambiente urbano. Aí sim, esperamos abrandar o ritmo e desfrutar dos prazeres da civilização. Apreciar as "vistas" (hehehe, com o seu duplo sentido), fazer um pouco de praia, passeios tranquilos, compras e claro está, noite...

Vai ser muito bom. À medida que os dias passam as expectativas aumentam, assim como o desejo de ver a hora em que o passaporte levará mais um carimbo...


publicado por B às 11:27
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 9 de Setembro de 2009

DIÁRIO DE UMAS FÉRIAS POR CÁ (II)

Durante estes dias de férias, que tive(mos) na semana passada submetemo-nos a uma experiência muito engraçada - fomos fazer uma sessão fotográfica em estúdio.

Confesso que estava nervosos e algo intimidado. Afinal não sou nenhuma " capa de revista" e depois não conhecendo o fotografo e não sendo nós (eu e o meu rapaz) um casal dito convencional....

Quando marcamos a sessão, tinham-nos dito para levarmos umas quantas mudas de roupa e o stress começou logo por aí. Nem eu nem o meu rapaz tínhamos uma ideia exacta do que levar para a dita sessão. Bom, de qualquer modo lá escolhemos uns quantos trapinhos do nosso guarda roupa e lá fomos.

Chegamos à loja e fomos encaminhados para um estúdio na cave, onde se encontrava um fotografo à nossa espera. Começou por nos perguntar que tipo de trabalho queríamos e que tipo de fotos estavamos interessados em tirar, ao que lhe respondemos que era a nossa primeira experiência e que não tínhamos uma ideia exacta de como agir numa situação daquelas. O tipo perguntou-nos se podia fotografar o nosso corpo nú ou se isso ultrapassava a nossa expectativa. Concordamos em mostrar o corpito e lá começamos.

Para nos familiarizarmos uns com os outros e conseguirmos atingir o "à vontade" necessário para a sessão, o fotografo começo por fazer uns "disparos" assim mesmo como estávamos e a interagir connosco de forma a descontrair-nos.

Começamos a sessão individualmente, sendo eu a primeira vítima...

Por achar que sou pouco fotogénico, a sessão individual não correu lá muito bem, estava tenso, com o corpo todo contraído e com uma expressão facial muito fechada. Tudo isto se intensificou ao seu expoente máximo quando o "strip" começou e fotografo me pediu para despir a t-shirt e tentar umas poses mais provocadoras e sensuais. Bem, lá me fui soltando e ao final de 140 fotografias individuais já me sentia bem mais solto e à vontade.

Seguiu-se a sessão individual do meu rapaz e depois a conjunta...

Ao fim de duas horas de poses e movimento tínhamos cerca de 400 fotos tiradas!

O fotografo foi 5 estrelas. Desde o primeiro minuto que procurou deixar-nos à vontade, foi de encontro àquilo que queríamos, mesmo sem lhe termos dado uma ideia concreta do que tinhamos em mente e fez um trabalho excelente.

Quanto às mudas de roupa que levamos, revelaram-se desnecessárias. A únca vez que troquei de roupa foi mesmo para substituir uma t-shirt por uma camisa, que ficou aberta o tempo todo, e colocar e retirar um acessório ou outro...

Enfim, uma experiência diferente mas muito gira e engraçada, tendo como resultado final, umas fotos fantásticas das quais  já pensamos utilizar algumas na decoração de uma das paredes do nosso quarto...

Quem sabe um dia destes não público aqui no blog uma ou outra...

 


publicado por B às 13:38
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Domingo, 6 de Setembro de 2009

DIÁRIO DE UMAS FÉRIAS POR CÁ

Pois é... estive(mos) de férias!!!

Desta vez fui à "santa terrinha". Depois de um convite da minha sobrinhita para a sua festa de aniversário, achei que desta vez não podia deixar de estar presente. Não sou muito chegado à família, não sei muito bem porquê, e não costumo visitar os meus manos, respectivas esposas e descendentes com frequencia, mas desta vez fui até lá. Primeiro porque a minha sobrinhita é louca pelo tio que apenas vê "quando o rei faz anos" e depois daquele telefonema dela, a convidar-me para o seu aniversário... Segundo, porque o meu rapaz melgou-me literalmente a cabeça para comparecermos. Neste e em tantos outros aspectos ele é completamente o oposto da minha pessoa, embora sejamos compativeis e partilhemos as mesmas opiniões numa série de outras coisas. Ele é super agarrado à família, à terra que o viu crescer e ao seu passado intensamente vivido naquelas latitudes.

Na viagem para a Beira Baixa, à medida que nos iamos aproximando da "santa terrinha" senti-me invadido por sentimentos tão estranhos... repulsa, arrependimento, solidão, nausea... Revivi em pequenos flaches os tão desagradaveis 12 anos que por ali vivi. Hà uns anos atrás, no dia que parti para Lisboa, achei que dificilmente voltaria ali, e na verdade, até hoje foi quase isso que aconteceu... raramente vou à "terra" e quando vou, sinto que é quase uma obrigação. Não que não goste da minha família (salvo raras excepções), não que não me sinta bem juntos daqueles que me querem bem, mas aquela terra... aquela gente... meu deus... revira-me o estomago!

Mas a visita não correu nada mal. Ficamos na casa da minha mana, o que é sempre agradável. Adoro-a desde que me lembro que sou gente. Apesar da distancia, temos uma relação muito forte, principalmente depois da morte da minha mãe, altura em que ela assumiu o final da minha educação, revirou a sua vida ao contrário para não me deixar sozinho, como todos os outros fizeram.

Voltei a não ver o meu pai. Faz muito tempo que não o vejo, mas mesmo estando tão próximo, não senti a mínima vontade de o ir visitar. Ao que parece o sentimento foi recíproco, pois mesmo sabendo que eu iria estar na festa de aniversário da minha sobrinha, não se dignou a dar a as caras por lá... enfim... uma relação (relação??? será que é???) sem futuro.

Adorei estar com os meus sobrinhos mais velhos (os filhos da minha mana). Caramba... estão enormes! Como se costuma dizer: estão uns Homens!!! E bem bonitos, por sinal! Conheci a namorada do mais velho. O rapaz tem gosto, a minha nova sobrinha é uma rapariga bem bonita, pouco faladora, mas mesmo assim pareceu-me uma óptima pessoa. O mais novo, o meu afilhado, continua uma cabeça no ar, já não tem remédio...eh eh eh eh eh...

Já que estava na "santa terrinha", aproveitei para rever o meu outro afilhadito, filho da minha prima, a minha melhor amiga de infância e adolescência. O garoto está espigadote, e muito bonito para a criança de 5 anitos que é. Sai à mãe.

O jantar de aniversário correu muito bem, com a minha sobrinhita orgulhosamente sentada ao meu lado. Não consigo perceber de onde vem tamanha adoração que esta pirralhita nutre por mim, mas cofesso que gosto muito e até acho graça. Também achei graça à relação que cresce entre a minha mana e o meu rapaz, que tendo ficado lado a lado no jantar de aniversário, conviveram em amena cavaqueira pelo serão fora.

Na volta para Lisboa trouxemos o meu sobrinho mais velho e a sua respectiva, que tendo concorrido para as universidades da capital, queriam vir conhecer melhor a cidade que os vai abrigar nos próximos anos. Estiveram conosco cerca de um dia e meio e os 4 passamos momentos bem agradáveis!!!

Assim foram os meus primeiros dias de férias....

 


publicado por B às 18:31
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Domingo, 14 de Junho de 2009

"INTERREGNO"

Já lá vai algum tempo desde que passei por aqui a ultima vez.... O tempo passa e com a azáfama da vida nem nos damos conta dos dias,das semanas, dos meses...

No final do ano passado jurei a mim mesmo que não me deixaria envolver em tantos projectos e actividades, que este ano seria bem mais calmo e descontraido. Na volta está ser igual ou pior que o anterior.

Os meus trabalhos não me dão um minuto de sossego (apesar do gozo enorme que me dão), o teatro cada vez mais exigente e com uma agenda mais do que sobrecarregada, a minha vida social e pessoal, que felizmente goza de boa saúde...

Enfim... a verdade é que o corpo não aguenta tamanha sobrecarga e de algum tempo a esta parte já me vinha dando sinais de que uns dias de descanço viriam mesmo a calhar!

Assim foi, fiz-lhe a vontade: nesta semana dos feriados, em que estupidamente o país parece parar, tiramos uns dias e lá fomos de mini-férias. Optamos pela costa alentejana, a nossa favorita. Sossego, tranquilidade, muita praia e uma bela companhia...

Fomos com um casal e duas amigas para a Quinta do Paraíso. Já conheciamos este sítio há algum tempo, desde aquela vez em que decidi surpreender o meu rapaz e lhe ofereci um fim de semana para dois nesta propriedade. A quinta é muito bonita, tranquila e acolhedora, escondida no meio do campo, longe do búlicio das localidades. Revisitamos as belissimas praias de Odeceixe e Carvalhal  e divertimo-nos à grande em jantaradas descontraidas com os amigos que nos acompanharam.

Estes dias no alentejo eram tudo aquilo que estavamos a precisar! 

Revigorado e como novo aqui estou eu, para na próxima semana me acabar a trabalhar novamente.

música: Cinema - Rodrigo Leão

publicado por B às 10:09
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Terça-feira, 14 de Abril de 2009

PERIPÉCIAS EM PRAGA

- Lindo já viste aquele gajo tão giro? -diz-me o meu rapaz.

- Onde?

- Ali, aquele que está a tirar fotografias ao outro gajo....- respondeu-me.

Aproximei-me para apreciar a beldade e já mesmo bem perto do gajo, viro-me para o meu rapaz, que estava um pouco distante a tirar uma foto à fachada de um edifício e digo-lhe:

- Fónix, logo agora pôs a máquina á frente da cara, assim n consigo ver se o homem é bom ou não...

De repente, o gajo, que estava mesmo ao meu lado, diz para o outro:

- Chega-te um pouco mais para a frente! - e tira-lhe uma fotografia...

Moral da história: era português, percebeu tudo o que eu estava a dizer e ainda por cima era podre de bom....


publicado por B às 14:14
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sexta-feira, 10 de Abril de 2009

DE VOLTA!!! MAS AINDA DE FÉRIAS...

Depois de uns dias atarefados, de correia, assoberbados de trabalho e de ideações menos positivas e perturbadoras, finalmente lá chegaram as tão merecidas férias. Foi correr até ao último minuto, até à hora de apanhar o avião e partir com destino a Praga.

As férias foram e estão a ser óptimas por variadíssimos motivos (faz tempo que não tínhamos umas férias tão boas).

Primeiro, adorei Praga! É uma cidade linda, romântica por natureza. Todos aqueles edifícios divididos entre o antigo estilo gótico e o mais recente barroco (o meu favorito) conferem à cidade um estilo e um ambiente únicos. Não tão bonita e limpa como Paris, mas igualmente monumental. Visitamos os pontos turísticos mais importantes, dos quais destaco: O castelo de Praga, a catedral de S. Vito, o Loreto, o passeio no Vlatva, a praça do Bairro Pequeno, o Palácio Wallenstein, o Bairro judeu, a praça da Cidade Velha, o Teatro Nacional, o palácio Kinsky, o Rudolfinum e a Igreja de Tyn. Como principais desilusões, foram sem dúvida, o Relógio Astronómico, tão badalado e cuja animação às horas certas é tão comentada, mas que no meu ponto de vista é pura e simplesmente fogo de vista; a Ponte Carlos, que para além de estar em obras e sempre apinhada de gente, me pareceu escura, suja e mal tratada demais para ser um icon da cidade; e o Museu Nacional cujas colecções pouco ou nada têm de interessante.

Andamos muito a pé, para podermos admirar a beleza dos edifícios e tomar o pulso à cidade.

Em termos culturais, esparava um pouco mais. Para além dos inumeros concertos de música clássica diariamente disponiveis, do Teatro Negro e das animações de rua, pareceu-me que Praga pouco mais tem a oferecer.

Quanto aos Checos, achei-os um povo normal, nem simpáticos nem antipáticos, nem agradaveis nem desagradaveis,mas com uma caracteristica que me turvava a vista e me fazia subir às paredes de inveja: que olhos azuis lindos....

Quanto à vida Gay, a cidade surpreendeu-me pela positiva. As uniões entre pessoas do mesmo sexo são reconhecidas na Républica Checa, portanto anda tudo muito às "claras". Vêm-se pontualmente casalinhos abraçados,de mãos dadas e com aquela cumplicidade estampada nos olhares. Com uma oferta de bares e clubes gay muito interessante e diversificada. O Clube Valentino foi sem dúvida o melhor que conhecemos. Bar/Discoteca dividido em 3 pisos com ambientes completamente destintos. O primeiro (piso térreo) que dá para a rua, trata-se de um bar completamente normal, com grandes vidraças que permitem aos clientes apreciar o movimentoda rua onde o bar se encontra. Com um ambinte muito descontraido, misto (gays e heteros) e muito agradavel. O segundo piso ( -1) trata-se de um bar e uma pista de dança, onde a música é mais comercial e o ambiente bem alegre. O terceiro piso (-2) divide-se em 2 espaços principais separados por um bar e um corredor: uma pista de dança, onde o principal género musical é o house e um espaço com um ambiente chill out, dominado por sofás e telas de video. Numa pequena salinha anexa a este espaço e por trás de uma cortina preta de veludo existe uma estreita passagem para uma escada que nos leva a um piso inferior repleto de corredores e passagens estreitas e pequenas salas onde a luz simplesmente não existe. Sim é isso mesmo, um quarto escuro. Com entrada restrita a homens, que uma vez lá dentro....bemmm...e mais não digo! Um lugar interessante onde tudo pode acontecer, dependendo da disposição de quem lá entra... O Valentino foi quase a nossa segunda casa em Praga, apesar de termos conhecido outros locais gay igualmente interessantes, as noites acabavam sempre no Valentino.

E pronto, a Républica Checa já ficou para trás, estamos de volta a Portugal, com algumas peripécias mais para contar e reviver.

Outra coisa importante destas férias é que o meu rapaz tem vindo a revelar umas facetas que lhe desconhecia, as quais me surpreenderam pela positiva. Curioso como este homem ao fim de 6 anos e uns pósinhos ainda me consegue surpreender... Obrigado C.!!!


publicado por B às 11:54
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 10 de Fevereiro de 2009

O PRÓXIMO DESTINO

Nas próximas férias, finalmente vamos rumar àquela que dizem ser uma das mais belas das capitais europeias. Praga será o nosso próximo destino!

Há já muito tempo que queremos conhecer a cidade de Kafka, das cem cúpulas e das inúmeras pontes sobre o rio Vlatva. Uma viagem que consecutivamente vinha a ser adiada e que desta vez foi sobre ela que recaiu a nossa escolha.

Já falta pouquinho e como tal a ansiedade que precede as viagens já se faz sentir. Recomeça mais um vez toda aquela fase agradável de estudo e pesquisa sobre o local a visitar, a preparação do itinerário, etc...

Daquilo que sei, parece ser uma cidade muito interessante a vários níveis: cultural, arquitectónico, económico e "senhora" de uma beleza impar, cujo centro histórico é património mundial da UNESCO.

Se por acaso alguém já visitou Praga e queira dar umas dicas ou sugestões aqui aos rapazes.... serão sempre bem vindas!!!

música: Sinfonia No. 38 em Ré Maior, de Mozart

publicado por B às 10:39
link do post | comentar | favorito
|


.CONTACTO

omeuladob@sapo.pt

.THE B SIDE


MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com

.tags

. todas as tags

.links


referer referrer referers referrers http_referer

.posts recentes

. AS FÉRIAS CHEGARAM AO FIM

. ATÉ AO MEU REGRESSO...

. ESTÁ QUASE...

. QUASE DE FÉRIAS

. DIÁRIO DE UMAS FÉRIAS POR...

. DIÁRIO DE UMAS FÉRIAS POR...

. "INTERREGNO"

. PERIPÉCIAS EM PRAGA

. DE VOLTA!!! MAS AINDA DE ...

. O PRÓXIMO DESTINO

.arquivos

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Novembro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.A BICHA DO DEMÓNIO...











blogs SAPO

.subscrever feeds